Livro Para Sempre, a história de Kim e Krickitt Carpenter

6

O que você faria se o amor da sua vida não se lembrasse mais de você?


Essa pergunta assombrou a mente de Kim após o acidente de carro, que quase matou sua esposa, Krickitt.
Kim e Krickitt se conheceram de uma maneira bem estranha e diferente. Como ele era treinador de beisebol na Universidade Highlands, no Novo México, teve que ligar um dia para a Jammin Sportswear, onde foi atendido pela vendedora Krickitt. Desde a primeira conversa, ele se sentiu envolvido por aquela voz tão alegre e cheia de energia do outro lado da linha, e então passou a ligar várias vezes com a desculpa de falar com a vendedora sobre novos modelos e cores de uniformes. Até que ela lhe disse que certo dia não iria trabalhar e passou o telefone de sua casa para ele! Daí começou as fases dos telefonemas (seguidos das contas muito altas!), das cartas, das trocas de fotografias, dos primeiros encontros, do namoro e, finalmente, do casamento.

Kim tinha o emprego e a mulher dos seus sonhos. Mas sua vida muda completamente no dia 24 de novembro de 1993 quando, após voltar de sua lua de mel, 2 meses após o casamento, eles se envolvem em um acidente entre um caminhão e uma caminhonete, que quase põe fim na vida dos dois.

Apesar de muito ferido, Kim conseguiu sobreviver, mas sua esposa estava em um estado mais grave. Ela teve uma lesão no cérebro, que apagou todas as suas memórias recentes. Sendo assim, ela não se lembrava de nada que envolvesse Kim, desde o dia em que se conheceram, até o acidente.

Kim teve todos os motivos para desistir de Krickitt, já que ela afirmava que não era casada. Mas, ao invés disso, ele não desistiu dos votos que fez na igreja diante de todos os seus amigos e familiares. Antes de se casarem, Krickitt disse que o relacionamento deles só poderia seguir adiante caso ele tivesse alguma fé, pois ela era muito religiosa e não conseguia se imaginar casando com um homem que não compartilhasse isso. Para sua alegria, ambos eram cristãos.  Como a fé os uniu no início, a mesma os uniria agora. Kim resolveu deixar toda a sua vida e seus planos na mão de Deus e, assim, não desistiu de ajudar sua esposa.

No início, seu relacionamento com Krickitt foi muito difícil, pois primeiro ele atuou uma postura como treinador e atleta, já que ela precisava fazer muitos exercícios físicos para se recuperar, ele acabava exigindo demais dela, o que a deixava enfurecida. Depois, como a de um pai com uma filha, devido toda a sua proteção e tentativas de fazê-la enxergar que eles eram casados. Mas não assumia a postura de marido e esposa. E isso fez com que Krickitt assumisse posturas diferentes, sendo muito imprevisível. Uma hora ela era uma moça fiel aos seus votos e que tentava reconstruir o casamento. Outras, agia como uma adolescente enraivecida e mimada. Não havia sobrado nada de sua antiga esposa.

Só então Kim descobre que para salvar seu casamento, era necessário começar tudo do zero. Primeiro, deveria reconquistar sua esposa, conhecer a nova Krickitt e permitindo que ela o conhecesse também. Afinal, como ela poderia amar um homem do qual nem se lembrava?

O livro é baseado em uma história real, e conta detalhadamente todos os sentimentos dos personagens, as dificuldades financeiras, os medos, o apoio dos amigos, a interferência da mídia e, principalmente, a enorme fé deles.
A mensagem é bem clara: “Tenha fé, esperança e entregue tudo o que conhece nas mãos de Deus, nunca desista de cumprir suas promessas.”


É um livro incrível e é difícil imaginar o quanto eles tiveram que ser fortes para não deixar o amor morrer. Faz a gente refletir que às vezes criamos muitos planos para a nossa vida, mas ela, secretamente, vira tudo ao avesso e aí nada acontece como você sonhou. E o que você faz?
Bem, Kim e Krickitt decidiram não desistir de tudo aquilo que eles acreditavam.

O livro inspirou no filme que foi lançado ano passado. 


Eu ainda não assisti, mas depois de ler o livro até que fiquei com vontade, mesmo vendo que no trailer tem muitas coisas diferentes. Espero que esse filme não me decepcione rs Alguém aí já viu? O que acharam?

Beeijos.

6 comentários:

  1. Eu não li o livro, só vi o filme! Achei a história linda mas esperava mais, principalmente do final.. Apesar de saber que foi baseada em fatos. rs Os atores escolhidos foram ótimos, com destaque para o Channing, meu amor para sempre! ♥♥ hihi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não vi o filme, mas vendo o trailer eu percebi que também iria "esperar mais". Sei lá, eu raramente gosto de um filme quando é baseado no livro.
      Também gostei dos atores escolhidos. Pelo Channing vale até a pena ver o filme haha :)
      Beeijos.

      Excluir
  2. Preciso confessar que fiquei louca pra ver a sua estante por inteiro UAHSUHAUSH OK, mas vamos ao que interessa.
    Ainda não li esse livro, todo mundo fala bem dele e tal, mas ainda falta alguma coisa que me faça querer lê-lo. Nem o fato de existir o filme me faz ter vontade de tê-lo em minhas mãos... Quem sabe daqui a um tempo.

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    http://myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha Um dia vou tirar uma foto dela então e mostrar a minha coleção *-* Mas infelizmente ela nem tá de um jeito "lindão", acho que eu não tenho muitos livros e ainda tá me faltando alguns que estão emprestados :(
      Vou ser sincera, o que me levou a comprá-lo foi o fato de muita gente falar que ele era muito bom e também o preço. Eu devo ter gastado R$10,00 ou R$15,00 nesse livro e, sinceramente, quem não gosta de achar livro barato? Eu fico doida quando vejo um livro com preço bom, por isso que prefiro até comprar em sebos!
      Mas apesar de já fazer um tempinho, eu li recentemente. Não sei bem o que me incentivou a ler, depende do dia em que eu tô afim de ler um tipo de livro. Quando é pra escolher, eu sempre deixo o meu humor me levar rs
      E como ele é bem pequenininho deu pra ler em 1 dia :)
      Então, se um dia você sentir aquela enorme vontade de lê-lo, eu indico!! É uma história muito bonita, só senti falta de mais "diálogos", sabe? Principalmente quando ele tenta reconquistar a esposa... essa parte não foi muito falada. Parecia mais um tipo de biografia, mas ainda sim o livro é muito bom!!!
      Quando ler me diz o que achou depois :D

      Beeijos

      Excluir
  3. Olá Fernanda!!
    Pelo pouco que vejo,sua estante é linda!!
    Amo Ler!!
    Ainda não tenho esse livro!!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Elizabeth!!
      Eu também amo ler e fico muito feliz por você ter gostado da minha estante, embora ela não esteja completamente do jeitinho que eu sonho rs
      Se um dia tiver a oportunidade de ler esse livro, irá valer muito a pena. Ele é baratinho e muito lindo, faz a gente ter um monte de reflexões sobre nossos planos e sobre a pessoa que está ao nosso lado!
      Beeijos

      Excluir